Tuesday, 15 January 2008

All through the long night, a thousand gallons of rain distilled indiscriminately from the effluvia of London's streets...

Crimson Petal


Lord Almighty! Sadness has its place, but ultimately someone needs to grasp the nettle of responsability; someone needs to keep the wheels of life turning.


Michael Faber

Tuesday, 8 January 2008

yoga

Transform your being patiently, and for many, you will find it necessary to isolate the self in order to explore it more freely and intimately. Isolation means spending time alone. This is always an essential part of spiritual growth. Stay balanced. Focus on how your life is part of something greater, and allow tremendous spiritual experiences to flow. I encourage exploration of self and trying something new whenever possible

Thief

He can't bear to have caused her the prick of homesickness, She's such a cheerful soul by nature, he can tell; how depicable of him to rob her of a smile!

The crimson petal and the white - Michael Faber

Saturday, 5 January 2008

E COMO UM LADRAO NO ESCURO ELE VEM E ME ROUBA TODA A ALEGRIA

Do silencio


Pode-se depressa pensar no dia que passou. Ou nos amigos que passaram e para sempre se perderam. Mas e inutil esquivar-se: ha o silencio. Mesmo o sofrimento pior o da amziade perdida, e apenas fuga. Pois se no comeco o silencio parece aguardar uma resposta - como ardemos por ser chamados a responder! - cedo se descobre que de ti ele nada exige, talvez apenas o teu silencio. Quantas horas se perdem na escuridao supondo que o silencio te julga- como esperamos em vao por ser julgados pelo Deus.

CLARICE LISPECTOR

The book of love is boring

The book of love is long and boring
No one can lift the damn thing
It's full of charts and facts and figures and instructions for dancing
But I
I love it when you read to me
And you
You can read me anything
The book of love has music in it
In fact that's where music comes from
Some of it is just transcendental
Some of it is just really dumb
But I
I love it when you sing to me
And you
You can sing me anything
The book of love is long and boring
And written very long ago
It's full of flowers and heart-shaped boxes
And things we're all too young to know
But I
I love it when you give me things
And you
You ought to give me wedding rings
And I
I love it when you give me things
And you
You ought to give me wedding rings
And I
I love it when you give me things
And you
You ought to give me wedding rings
You ought to give me wedding rings

Quando saber onde parar?
Quanto se trata do amor, quando saber onde chegou o final dos dias? E preciso ter a coragem de um cego para terminar um relacionamento, ou um casamento de anos. Renato Russo, fez aquela pergunta. QUEM INVENTOU O AMOR, ME EXPLICA POR FAVOR!
Ah Renato, eu tambem, gostaria de saber a resposta. Se for Deus, porque esse mesmo Deus, deixa tanto coracao quebrado ao chao?
Tao duro amar, e ter que deixar partir o que se ama. Tao duro amar, e nao receber o mesmo amor de volta.
Tao duro saber quando parar, tao duro saber o tempo certo de desistir, de virar as costas e seguir.
Quem inventou que nada dura para sempre, me explica por favor!

Friday, 4 January 2008

HAPPY FRIDAY!


Para mim- De Osvaldo Montenegro

AOS FILHOS DE SAGITARIO

Era claro e sábio era manso, metade animal e livre como ancião que já não teme o final e eu amava, amava adormecia com gosto de sal na boca e amava assim com a devoção natural dos deuses, dos animais Ah! quanto tempo atrás Ah! quantas noites passeia galopar em você doce centauro, amo você doce centauro...

There are delays reporting in both direction on the central line. We apologies for any inconvinience caused

Trains atrasados, lotados de gente saindo pela porta. Trains cancelados. Linhas fechadas para reforma, escadas rolantes interditadas.
Com 7 milhoes de pessoas, Londres pode se tornar um inferno quando o transporte publico nao funciona direito.
Em dias assim, nao sei se dou risada ou se choro, quando ouco aquela voz mecaninca dizendo que ha atrasos nas linhas do trem.
Todos os dias agora. Todos os dias tudo sempre igual, nunca se sabe qual a linha que dara problema. Tem sido cada dia mais dificil chegar no trabalho na hora!

That's how it has started


Watch your step. Keep your wits about you; you will need them.
This city I am bringing you to is vast and intricate, and you have not been here before. You may imagine, from other stories you've read, that you know it well, but those stories flattered you, welcoming you as a friend, treating you as if you belonged. The truth is that you are an alien from another time and place altogether.



THE CRIMSON PETAL AND THE WHITE From Michael Faber- Is this huge book set in London Victoria. 830 pages, is a tough book, long and enduring read, but well interesting... However I am strugling to finish...Time, time..?

Do que foi planejado e nao aconteceu e do inesperado que trouxe a alegria pura


Pois e acabou nao nevando sob o ceu cinza de Londres, mas estava frio pra caramba!

Cheguei em casa e fui presenteada com banho de espuma a luz de velas e jantar romantico, tambem a luz de velas, tudo preparado pelo maridao. Nao e sempre que sou presenteada pelas nuancias romanticas desse homem, mas quando elas veem, chegam mais inesperadas que minhas mudancas de humor quando meus hormonios estao a flor da pele.

Poderia ter sido meu aniversario, e eu teria lembrado aquele ano com tamanha devocao. Mas talvez esse seja o segredo da vida. O inesperado.


De nada vale forcar comemoracoes. Forcar falsas alegrias e devaneios e romances.

O que vale mais e o que a alma canta e pede, no momento que ela respira.

Raramente tive um dia dos namorados que tenha sido bem suscedido nos padroes das revistas de moda, e nao consigo lembrar de uma virada de ano que tenha tido o glamour que exige os fogos de artificio. Aniversarios sempre foram celebrados intensamente por minha parte no entanto sempre teve alguem que ficou de fora, que esqueceu, que nao cantou o parabens no tom desejado, que esqueceu as flores em casa, ou nao pode ir na minha festa porque estava gripado.


As expectativas estragam a naturalidade da vida. Esperamos demais!

Criamos imensos castelos, coloridos e inventados com artificios que nao existem e nem podem ser comprados nas prateleiras da Selfridges.

O romance a gente inventa tambem, mas nao como Cazuza cantava, a gente inventa que tem que ser assim e assado para ser amor. Quando cada amor tem seu jeito de amar e de odiar e de se cansar e de se auto-reinventar de novo.

Se tem algo que peco a mim mesma todos os dias quando acordo pela manha e que eu desperte em mim essa estranha magia, esse dom altruista, budista quase, de nao idealizar.

Permita, Senhor que eu nao idealize hoje. Que so por hoje eu possa viver cada segundo que me permitas viver, sem querer muda-lo, colori-lo com minhas cores proprias. Permita-me Senhor, nao inventar demais, nao idealizar demais nem esperar demais das pessoas e dos acontecimentos ao meu redor. Assim sendo tudo o que vier me surpeendera e eu receberei com a alegria de uma crianca. E se desafortunos ocorrerem em meu caminho eu estarei preparada para suporta-los.

Thursday, 3 January 2008

PS- They say may snow today in LONDON!

Onde esta voce agora?



E me pergunto por onde andara meu amigo solitario? Por onde andara os poemas que me trazias em flores avermelhadas pelo tempo, em chuvas de verao e miragens no horizonte...


Sento e contemplo o tempo que passa ligeiro e em soluco e saudades murmuro baixinho...


Deixa eu me perder pequeno mundo meu, menos que esquecer ficar dizendo coisas que nao me vem...

Sempre fostes e soastes para mim, Clarice sempre!





“Sobretudo um dia virá em que todo meu movimento será criação, nascimento, eu romperei todos os nãos que existem dentro de mim, provarei a mim mesma que nada há a temer, que tudo o que eu for será sempre onde haja uma mulher com meu princípio, erguerei dentro de mim o que sou um dia, a um gesto meu minhas vagas se levantarão poderosas, água pura submergindo a dúvida, a consciência, eu serei forte como a alma de um animal e quando eu falar serão palavras não pensadas e lentas, não levemente sentidas, não cheias de vontade de humanidade, não o passado corroendo o futuro! O que eu disser soará fatal e inteiro!”


Clarice Lispector

Why don't we go?



So if you have a minute why don't we go.

Talk about it somewhere only we know?

This could be the end of everything
So why don't we go

So why don't we go

This could be the end of everything

So why don't we go

Somewhere only we know?



Musica bacana do grupo Keane o video e bacana tambem...

Pra ti amor meu- perdoa - me

CANCAO DO DESEENCONTRO - De Lya Luft


Deixa-me errar alguma vez, porque também sou isso: incerta e dura,

e ansiosa de não te perder agora que entrevejo um horizonte.

Deixa-me errar e me compreende

porque se faço mal é por querer-te desta maneira tola,

e tonta, eternamente recomeçando a cada dia como num descobrimento dos teus territórios de carne e sonho, dos teus desvãos de música ou vôo, teus sótãos e porõese dessa escadaria de tua alma.

Deixa-me errar mas não me soltes para que eu não me perca deste tênue fio de alegria dos sustos do amor que se repetem enquanto houver entre nós essa magia.

Happy new yer and I am back again!



Bom comeco de ano, e sempre tempo para novas resolucoes. Agenda nova, paginas em branco, calendario novo. Pecas novas no armario. Talvez a promessa de perder aqueles quilinhos a mais, parar de fumar ou de gastar tempo com bobagens. Ler mais livros e assistir menos televisao. Fazer mais amor, brigar menos. A lista segue, e pode terminar em tres pontinhos...


O importante e nao esquecer do sonho. E desengaveta-los um a um. Sacudindo a poeira do tempo. Esquecendo as rugas ou os impecilhos e driblar o destino. Sempre ha tempo para amar mais e para sermos mais nos mesmos. Tire a preguica do corpo e faca aquela caminhada mesmo que esteja ventando. Aprenda a andar de roller ou a surfar. Va! Corra atras do que e seu! Conquiste, encontre - Se encontre! E viva cada minuto com a intensidade que ele exige. Nem tudo sao alegrias, mas nao deteste as flores pelos espinhos.


Feliz ano novo, para quem quer que seja voce! Feliz voce em 2008. Paz na terra comeca no seu proprio coracao. Uma terra mais verde comeca na sua lixeira.


Bom, longos dias se passaram sem que eu aparecesse por aqui. A vida as vezes e assim, nao e? Revoadas nos levam pra ca e pra la, e nos tiram do eixo de partida. Mas sempre ha tempo para voltar. Respirar um folego novo e reeiniciar a caminhada.
Ha uns 4 anos atras eu tinha um habito terrivel de comecar as coisas e nao termina-las. Eram pilhas de livros esquecidos pela metade, xicaras de cafe, telefonemas, e-mails, fotos que meus amigos esperavam eternidades para eu manda-las - Confesso que continuo um desastre em alguns desses itens. Mas o importante e que estou tentando me corrigir, estou comprometida a continuar o que comecei, nem que seja preciso parar e retornar. Ou esquentar o resto do cafe para mais tarde. Ligar um dia depois e rebuscar o velho arquivo de fotos e enviar todas elas de uma so vez para aquela amiga querida que te perdoa mas nao esquece que ainda noa tem aquela foto dela e do namorado naquele jantar em que ela estava linda.


Enfim voltei. A inspiracao voltou. Voltou a nessecidade. E retorno apos essa longa partida sem culpa. Afinal e da arte humana o cansaco e a vontade de parar tudo por um momento.


FELIZ ANO NOVO!

Livros que me acompanham em 2009

  • Notes from my travels- Angelina Jolie
  • THE SHAMANIC WAY OF THE HEART - Chamalu- Luis Espinoza
  • Shooting Butterflies - Marika Cobbold
  • The Global Deal - Climate change and the creation of a new era of progress and prosperity- Nicholas Stern
  • The Penelopiad- Margaret Atwood
  • Discover Atlantis - Diana Cooper
  • Tne Gift - How the creative spirit transform the World - Lewis Hyde
  • My East End: A history of Cockney London- Gilda O'Neil
  • Delta of Venus- Anais Ninn
  • The Little Prince- Antoine de Saint Exupéry *** Apr
  • Doidas e Santas- Martha Medeiros (March)
  • The English Patient by Michael Ondaatje
  • Gilead by Marilynne Robinson - Feb
  • Healing With the Faries by Doreen Virtue (Feb)
  • Montanha Russa- Martha Medeiros (Feb)
  • O codigo da Inteligencia - Augusto Curry - Feb
  • O Ensaio sobre a cegueira - Jose Saramago ( Jan Lendo)

Livros que andaram comigo em 2008

  • Meditacao a primeira e ultima Liberdade by OSHO ( Dec)
  • The English Patient by Michael Ondaatje (Dec Lendo)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone - J.K Rowling (Oct Lendo)
  • The PowerBook - Janette Wintersone (Oct- )
  • A vida que ninguem ve- Eliane Brum (Sep - Lendo)
  • The Birthday Party - Panos Karnezis - (Sep )
  • Ensaio sobre a Lucidez -Jose Saramago (Lendo...)JUN
  • Nearer The Moon -Anais Ninn (Lendo..) JUN
  • Superando o carcere da emocao - Augusto Cury(lendo...) JUN
  • Perdas e Ganhos- Lya Luft Jun(Releitura) Jun
  • A Mulher que escreveu a Biblia - Moacyr Scliar(May) ****
  • The Secret By Rhonda Byrne (May)
  • Time Bites -Doriss Lessing March (lendo...)
  • Life of Pi - Yann Martel (March to May )
  • The Kite Runner -Khaled Hossein /March ****
  • Back when we were geown ups / ANNE TYLER (larguei na metade)
  • O Sonho mais doce - DORIS LESSING /Feb ****
  • The Crimson Petal and the White- MICHAEL FABER / Dec-Jan / ***

Livros que me acompanharam em 2007

  • Burning Bright - TRACY CAVILER
  • Fear of flying - ERICA JOUNG (larguei na 50th pagina)
  • I'll take you there - JOYCE CAROL OATES ***
  • Memorias de minhas putas trsites GABRIEL GARCIA MARQUEZ ***
  • The Siege - HELEN DUNMORE ***
  • A girl with a pearl earing - TRACY CHAVILER ***
  • A year in Province PETER MYLES ( larguei na metade)
  • The mark of the angel- NANCY HUSTON-
  • A bruxa de portobelo - PAULO COELHO -
  • Under the Tuscany Sun - FRANCES MAYA -
  • Sophie's World - JOSTEIN GAARDER *
  • The umberable lightness of being - KUNDERA- **
  • As aventuras da menina ma MARIO VARGAS LOSA - ****

Followers

Nas entrelinhas

About Me

Lua

CURRENT MOON
p>

FEEDJIT Live Traffic Feed