Saturday, 30 June 2012

Portas

Havia sempre uma vontade louca de deter tudo o que perecia. Como se o milagre fosse conter as horas doces em uma caixinha apertada, para que o sonho não escapasse nunca.


Voar era como fazer poemas com as estrelas, como se ao tocar coisas nunca antes tocadas, desvendasse o segredo e o domínio do existir.


No entanto, era sempre a intensidade das coisas que justificava tudo. Sempre!

O jeito com que se entregava nua ou vestida até o pescoço aos amores de carne e as paixões etéreas.

No final de cada história era sempre mais gostoso este mergulho fatal, a sensação de que se deu até o que não se tinha, apostando nesta ilusão cambaleante e feliz, de ser apenas um com o momento, e tudo o que flutuava ao redor dele.

Havia sempre uma porta ou outra abrindo-se milagrosamente ao sabor de sua inebriante companhia.

Ela entrava. Noutras fugia correndo.


Ana Frantz


Friday, 29 June 2012

Sede Tonta

Tentei fugir de mim mesma, quando todos os fogos que ardiam o fogo de viver aclamavam por uma salvação.

Ingenuamente corri nua entre fogos e florestas virgens desta sede tonta. Em céus mais estrelados esperei encontrar uma luz amarelada e brilhante que poderia mostrar o caminho de volta pra casa.


Foi só quando cheguei nesta terra longínqua, que percebi, que sempre nos levamos, para onde quer que vamos. A sede não apaga fogos, apenas o excita para labaredas ainda mais vorazes.

Agora tudo queima em mim.

Os mundos que foram pedem passagem e o mundo que se constrói amanhece preguiçoso quase sem a graça urbana dos muros pintados com fúria e anonimato.

Dia após dia percebia que a solidão só havia mudado o endereço e a nacionalidade.

Aquele vazio me perseguia e exigia que eu abrisse a porta como se ele fosse um velho amigo meu.


E mais uma vez eu precisava entregar o que eu não tinha, com a mesma voracidade de sempre.

Ana Frantz






A little MORE to everyone


Monday, 4 June 2012





   Só existe a liberdade em ser.


   Só o vento 
   Correndo faceiro, enquanto levanta o vestido de quem o segura com as mãos.


   Só existe essa vontade doida em devorar o olhar que sede traz.E deixar o tempo correr com a voracidade de um aprendiz.


 Livre para ser dos fogos, o fogo.                              AF


Inteira

As coisas quebradas chegam a mim em caixotes vazios.


A casa impregnada de poeira e bagunça vai aos poucos entonando um mantra silencioso e triste. 
Vou então me dando conta do óbvio. Nada nunca me pertenceu, nem mesmo aquele desejo visceral e cego em transformar-te em coisa minha.

Pelo silêncio que me presenteias através de todas as ondas que nos separam, entendo que é apenas nesta ausência das coisas tuas  que me encontro outra vez. Sem esmolas nem sombras, vou agora em busca de uma coisa qualquer que me apresente o novo e a alegria que ele traz.

Os cordões de ouro com siglas de amores antigos que foram perdidos nesta travessia, me lembram de que relicários são móveis empoeirados ocupando espaço nos cantos vazios.

Não quero mais esta ilusão. Entulhos sem ocupação. 

Outra vez renasço, outra vez me refaço. Para noutra estação empacotar tudo novamente, para lá adiante no dobrar da curva quebrar-se o que em mim eu segurava com tanto cuidado. Cuidado é inútil. O risco é viver.

Desafio então a vida e redescubro um jeito torto de sorrir.

Sou o agora, nele sempre inteira, mesmo quando dói.

Ana Frantz

Livros que me acompanham em 2009

  • Notes from my travels- Angelina Jolie
  • THE SHAMANIC WAY OF THE HEART - Chamalu- Luis Espinoza
  • Shooting Butterflies - Marika Cobbold
  • The Global Deal - Climate change and the creation of a new era of progress and prosperity- Nicholas Stern
  • The Penelopiad- Margaret Atwood
  • Discover Atlantis - Diana Cooper
  • Tne Gift - How the creative spirit transform the World - Lewis Hyde
  • My East End: A history of Cockney London- Gilda O'Neil
  • Delta of Venus- Anais Ninn
  • The Little Prince- Antoine de Saint Exupéry *** Apr
  • Doidas e Santas- Martha Medeiros (March)
  • The English Patient by Michael Ondaatje
  • Gilead by Marilynne Robinson - Feb
  • Healing With the Faries by Doreen Virtue (Feb)
  • Montanha Russa- Martha Medeiros (Feb)
  • O codigo da Inteligencia - Augusto Curry - Feb
  • O Ensaio sobre a cegueira - Jose Saramago ( Jan Lendo)

Livros que andaram comigo em 2008

  • Meditacao a primeira e ultima Liberdade by OSHO ( Dec)
  • The English Patient by Michael Ondaatje (Dec Lendo)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone - J.K Rowling (Oct Lendo)
  • The PowerBook - Janette Wintersone (Oct- )
  • A vida que ninguem ve- Eliane Brum (Sep - Lendo)
  • The Birthday Party - Panos Karnezis - (Sep )
  • Ensaio sobre a Lucidez -Jose Saramago (Lendo...)JUN
  • Nearer The Moon -Anais Ninn (Lendo..) JUN
  • Superando o carcere da emocao - Augusto Cury(lendo...) JUN
  • Perdas e Ganhos- Lya Luft Jun(Releitura) Jun
  • A Mulher que escreveu a Biblia - Moacyr Scliar(May) ****
  • The Secret By Rhonda Byrne (May)
  • Time Bites -Doriss Lessing March (lendo...)
  • Life of Pi - Yann Martel (March to May )
  • The Kite Runner -Khaled Hossein /March ****
  • Back when we were geown ups / ANNE TYLER (larguei na metade)
  • O Sonho mais doce - DORIS LESSING /Feb ****
  • The Crimson Petal and the White- MICHAEL FABER / Dec-Jan / ***

Livros que me acompanharam em 2007

  • Burning Bright - TRACY CAVILER
  • Fear of flying - ERICA JOUNG (larguei na 50th pagina)
  • I'll take you there - JOYCE CAROL OATES ***
  • Memorias de minhas putas trsites GABRIEL GARCIA MARQUEZ ***
  • The Siege - HELEN DUNMORE ***
  • A girl with a pearl earing - TRACY CHAVILER ***
  • A year in Province PETER MYLES ( larguei na metade)
  • The mark of the angel- NANCY HUSTON-
  • A bruxa de portobelo - PAULO COELHO -
  • Under the Tuscany Sun - FRANCES MAYA -
  • Sophie's World - JOSTEIN GAARDER *
  • The umberable lightness of being - KUNDERA- **
  • As aventuras da menina ma MARIO VARGAS LOSA - ****

Followers

About Me

Lua

CURRENT MOON
p>

FEEDJIT Live Traffic Feed