Friday, 13 June 2008

Carta de amor

Querido,

Tenho tantas coisas a dizer; um dia ainda te digo tudo. Ha tantas coisas perdidas nas entrelinhas. Tantos suspiros. Tantos desejos e vontades que nunca me saciastes. Tantas coisas que se perderam, folhas que voaram ao vento e as memorias me parecem tao tolas, tao banais.

Meu querido, nao quero dizer-te que quem errou fostes tu. Eu tambem errei.

Deixei o peso de meus medos e insegurancas cairem sob nossa alcova. Permiti que tu mandastes em mim e em nossa casa. Me submeti a teus caprichos e olhei teus erros com misericordia. Te mimei, como mimam as maes. Te trouxe comida na cama, remedio quando estavas com dor, cafune quando nao conseguias dormir. Mesmo cansada apos um longo dia no trabalho fiz massagem em ti quase todos os dias. Fui eu que te ensinei a ter tudo o que querias de mim, pois tive medo de te perder. Eu te desacostumei.

Permiti que me disseses o que era certo ou errado, e aceitei tuas escolhas, julgano assim, uma parceria. Pedi desculpas quase sempre apos uma discussao porque me feria sempre mais te ver contrariado, sob tuas greves de silencio eu me curvava sempre. Aceitava tuas ameacas, nao desconfiava de tuas mentiras, nem via teus jogos manipulativos tentando ganhar sempre mais motivos para estar certo e no topo de mim.

Deixei que parecestes mais forte do que eu, mesmo sendo eu quem tomava conta de ti. Permiti que brilhasses mais nas festas, mesmo sendo eu a quem todos convidavam. Permiti que me humilhasse pois so assim te sentirias culpado e voltarias carinhoso, mas isso raramente acontecia.

Tentei fazer de ti meu companheiro. Extrair de nossa historia romantismo e aventura. Tentei ser a mulher perfeita, por ti aprendi a cozinhar. Tentei te levar pra farra. Tentei te trazer comigo. Nunca quisestes. Quando fui sozinha, reclamou de mim.

Querido, tu me podastes demais! Fostes pessimista comigo. Nunca aceitou meus jeitos e tri jeitos. Me julgou demais! Nao podia ter livros na sala, nem acender velas no quarto. Nao podia exagerar no vinho, nem no som da minha gargalhada. Tentei viver nessa caixinha emprestada, mas nao consegui. Tu me expulsastes antes, e isso me feriu. Mas sabia que minhas asas estavam crescendo pelas frestinhas que o tempo incubiu de abrir no meu pequeno cativeiro.

Eu te amo, nao me entenda mal. Mas para um homem bem crecsido, sucedido e bonito como tu, ha de se esperar mais sensibilidade, e que fostes mais moderno e mais maleavel. Eu tentei te mudar, juro! Mas detesto tentar mudar as pessoas, pois elas sao o que elas sao, nao podemos lhes forcar nada. Poderias ter observado e aprendido, mas estavas muito fechado para isso. Ah mas eu , eu suspirei no teu ouvido. Te dei dicas, conselhos. Te expliquei que ha na vida bens maiores, nesescidades menores. Te expliquei da importancia de viver cada momento com intensidade. Para tanto te banquei inumeros ingressos para concertos, viagens, e teatros, para ver se aprendias, seguido pelo exemplo. Mas por algum motivo, a coisa nao andou exatamente como o planejado. Ops! E essa e a surpresa da vida, a gente nao planeja. Ouviu?

Entao, querido, nao planeja mais teus esteriotipos de mulher amada, filhos, amigos. Nada disso existe, e tudo uma farsa muito bem inventada, por uma sociedade qualquer. Aceita as pessoas como elas sao, ama-as como elas sao, e por favor, nao pensa que elas vao mudar com o tempo se deres uma forcinha. Elas nao vao! E podem ate mudar, mas podem desencambiar para um lado que tu nao tenhas imaginado. Aceitacao, e a chave meu bem. Nao existe pecado. Pecado maior e nao aceitar as diferencas.

Querido, se eu puder te dar um conselho eu te diria, da proxima vez, ame com tudo o que tens: livremente, intensamente, e sem medo. Nao mata! Aceite mais. Se doe mais. Peca mais perdao e nao tente estar sempre certo. Na verdade isso nao importa nem um pouco. O mais importante e manter o bom-humor no meio de uma briga.

Eu sei que nem parece eu, essa que te escreve. Mas acredite sou eu mesma. E surpreendente o quao melhor e mais abrangente enchergamos quando pulamos o imenso muro que estava sob nossos olhos. Espero que consigas pular esse muro em breve, se der te encontro do outro lado.

Com um carinho imenso,

Ana Frantz

3 comments:

vega becker said...

sim sim, os muros nos vendam os olhos da alma. é triste conseguir ter essa percepção só depois q já não resta mais tempo.

um abraaaaaço

Anonymous said...

Uau, Ana Tuti Frantz!!!! Bjos, Lu

Cristina said...

Uma grande história de amor, quando acaba, deixa sempre uma grande decepção e uma grande lição. A lição é a mais importante, mas sempre nos prendemos mais na decepção. É uma pena que para aprendermos algo que realmente fará diferença em nossa vida é necessário que soframos tanto.

Livros que me acompanham em 2009

  • Notes from my travels- Angelina Jolie
  • THE SHAMANIC WAY OF THE HEART - Chamalu- Luis Espinoza
  • Shooting Butterflies - Marika Cobbold
  • The Global Deal - Climate change and the creation of a new era of progress and prosperity- Nicholas Stern
  • The Penelopiad- Margaret Atwood
  • Discover Atlantis - Diana Cooper
  • Tne Gift - How the creative spirit transform the World - Lewis Hyde
  • My East End: A history of Cockney London- Gilda O'Neil
  • Delta of Venus- Anais Ninn
  • The Little Prince- Antoine de Saint Exupéry *** Apr
  • Doidas e Santas- Martha Medeiros (March)
  • The English Patient by Michael Ondaatje
  • Gilead by Marilynne Robinson - Feb
  • Healing With the Faries by Doreen Virtue (Feb)
  • Montanha Russa- Martha Medeiros (Feb)
  • O codigo da Inteligencia - Augusto Curry - Feb
  • O Ensaio sobre a cegueira - Jose Saramago ( Jan Lendo)

Livros que andaram comigo em 2008

  • Meditacao a primeira e ultima Liberdade by OSHO ( Dec)
  • The English Patient by Michael Ondaatje (Dec Lendo)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone - J.K Rowling (Oct Lendo)
  • The PowerBook - Janette Wintersone (Oct- )
  • A vida que ninguem ve- Eliane Brum (Sep - Lendo)
  • The Birthday Party - Panos Karnezis - (Sep )
  • Ensaio sobre a Lucidez -Jose Saramago (Lendo...)JUN
  • Nearer The Moon -Anais Ninn (Lendo..) JUN
  • Superando o carcere da emocao - Augusto Cury(lendo...) JUN
  • Perdas e Ganhos- Lya Luft Jun(Releitura) Jun
  • A Mulher que escreveu a Biblia - Moacyr Scliar(May) ****
  • The Secret By Rhonda Byrne (May)
  • Time Bites -Doriss Lessing March (lendo...)
  • Life of Pi - Yann Martel (March to May )
  • The Kite Runner -Khaled Hossein /March ****
  • Back when we were geown ups / ANNE TYLER (larguei na metade)
  • O Sonho mais doce - DORIS LESSING /Feb ****
  • The Crimson Petal and the White- MICHAEL FABER / Dec-Jan / ***

Livros que me acompanharam em 2007

  • Burning Bright - TRACY CAVILER
  • Fear of flying - ERICA JOUNG (larguei na 50th pagina)
  • I'll take you there - JOYCE CAROL OATES ***
  • Memorias de minhas putas trsites GABRIEL GARCIA MARQUEZ ***
  • The Siege - HELEN DUNMORE ***
  • A girl with a pearl earing - TRACY CHAVILER ***
  • A year in Province PETER MYLES ( larguei na metade)
  • The mark of the angel- NANCY HUSTON-
  • A bruxa de portobelo - PAULO COELHO -
  • Under the Tuscany Sun - FRANCES MAYA -
  • Sophie's World - JOSTEIN GAARDER *
  • The umberable lightness of being - KUNDERA- **
  • As aventuras da menina ma MARIO VARGAS LOSA - ****

Followers

Nas entrelinhas

About Me

Lua

CURRENT MOON
p>

FEEDJIT Live Traffic Feed