Wednesday, 16 September 2009

Longamente



Saturno e Urano estão opostos no céu astrológico: o velho e o novo, o passado e o futuro, o que já foi com o que pode ser. Estamos vivendo este limiar, a necessidade de complementar esses opostos, criando uma ponte entre esses mundos. Mas para isso é... preciso vencer o medo do desconhecido, ousar a singularidade e construir na realidade o que agora ainda é uma visão... Isabel Mueller- Astrologa


Meu Saturno pousa mansinho no ceu das memorias. Posso assim ouvir os ecos com a nitidez da flauta magica, so nao posso trazer de volta o aroma daquelas tardes e o toque macio que so quem foi amada assim pode sentir. Meu olhar aplana na distancia, o horizonte que nao quer encontrar um fim. Mas ja nao posso regressar, voltar e verter o sangue ja derramado em demasia. Em demasia por aquele tipo de amor.


O sacrificio. A negacao. O peso de carregar comigo aquelas maos. Oro longamente para que o deixe ir. Que se va entao, o longo e demorado amor. Mas que enfim, nao parece ter remedio e longamente eu me perco no desejo tao insano de te-lo enlacado em minha cintura e em suas maos a algema mais dura. Longamente sento a admirar nas distancias o peso da dor, das coisas idas, da sombra que fica paralizada ao chao e que insiste em nao seguir o corpo, ja a frente dobrando a esquina.


Minha alma espera em segredo por ele. E eu quando a descubro assim calada, tremo toda por dentro. Como ha de haver ainda tanto amor? Depois das longas madrugadas, do frio machucando a pele coitada. Da solidao, rispida, seca, urbana. Depois ainda, de escaldar, cada grao, do que eu era entao, ainda assim, ele sobrevive em mim e se expande demoradamente nas arterias dessa nova mulher, que se mutila e renasce a cada dia, numa tentativa alucinada em matar enfim essa seiva sagrada. Tamanho amor que aniquila em negacao. A impossibilidade que o nao ordena. O sol que se poem no horizonte para jamais renascer no outro dia. A porta que se fecha a sete chaves e nao mais permite os devaneios de quem por ali, ja passou um dia.


O novo capitulo se deita sobre meu olhar triste. Ja nao queria o novo. Ler o mesmo poema ate decorar cada palavra de dor e do extase, que e estar imerso nesse diluvio. Ah o mal de amar! Mas como eu te preciso velho desbotado amor. O novo que chega como uma valanche me assusta e ansiosa tento me agarrar no que vejo. Mas quando anseio protecao, e ainda, aquele mesmo olhar na escuridao que procuro. As sardas que contornam aqueles olhos, sao elas que anseio beijar, com o gosto da saliva de quem chora. Ja nao consigo chorar por ele. E quando tento e como se um deserto se abrisse em mim. Nao consigo mais chorar pela velha dor. E sinto entao inveja das noites que solucava em pranto desesperado por aquele amor.


Sofro calada, em segredo. Canto o antigo nome baixinho, para ver se o espanto de dentro de mim. Mas a verdade nua vem correndo atras, me perseguindo entre os labirintos que eu criei para me perder dele. E quando aquela pulsacao descontrolada me ataca, me rendo entao. Mas me rendo ao nada, a falta. E somente a falta me abraca. O silencio que ele impera, como rei soberano na terra. Na minha terra, quase sempre em cio. O cio demasiado e sincero que longamente espera um alivio.

Ana Frantz

1 comment:

Tina Faedrich said...

Lindooo...como sempre, amiga!
Por um momento senti algo de novo pintando por aí;;;
Espero que eu esteja certa...But...

TE AMO MUITO,
tINA

Livros que me acompanham em 2009

  • Notes from my travels- Angelina Jolie
  • THE SHAMANIC WAY OF THE HEART - Chamalu- Luis Espinoza
  • Shooting Butterflies - Marika Cobbold
  • The Global Deal - Climate change and the creation of a new era of progress and prosperity- Nicholas Stern
  • The Penelopiad- Margaret Atwood
  • Discover Atlantis - Diana Cooper
  • Tne Gift - How the creative spirit transform the World - Lewis Hyde
  • My East End: A history of Cockney London- Gilda O'Neil
  • Delta of Venus- Anais Ninn
  • The Little Prince- Antoine de Saint Exupéry *** Apr
  • Doidas e Santas- Martha Medeiros (March)
  • The English Patient by Michael Ondaatje
  • Gilead by Marilynne Robinson - Feb
  • Healing With the Faries by Doreen Virtue (Feb)
  • Montanha Russa- Martha Medeiros (Feb)
  • O codigo da Inteligencia - Augusto Curry - Feb
  • O Ensaio sobre a cegueira - Jose Saramago ( Jan Lendo)

Livros que andaram comigo em 2008

  • Meditacao a primeira e ultima Liberdade by OSHO ( Dec)
  • The English Patient by Michael Ondaatje (Dec Lendo)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone - J.K Rowling (Oct Lendo)
  • The PowerBook - Janette Wintersone (Oct- )
  • A vida que ninguem ve- Eliane Brum (Sep - Lendo)
  • The Birthday Party - Panos Karnezis - (Sep )
  • Ensaio sobre a Lucidez -Jose Saramago (Lendo...)JUN
  • Nearer The Moon -Anais Ninn (Lendo..) JUN
  • Superando o carcere da emocao - Augusto Cury(lendo...) JUN
  • Perdas e Ganhos- Lya Luft Jun(Releitura) Jun
  • A Mulher que escreveu a Biblia - Moacyr Scliar(May) ****
  • The Secret By Rhonda Byrne (May)
  • Time Bites -Doriss Lessing March (lendo...)
  • Life of Pi - Yann Martel (March to May )
  • The Kite Runner -Khaled Hossein /March ****
  • Back when we were geown ups / ANNE TYLER (larguei na metade)
  • O Sonho mais doce - DORIS LESSING /Feb ****
  • The Crimson Petal and the White- MICHAEL FABER / Dec-Jan / ***

Livros que me acompanharam em 2007

  • Burning Bright - TRACY CAVILER
  • Fear of flying - ERICA JOUNG (larguei na 50th pagina)
  • I'll take you there - JOYCE CAROL OATES ***
  • Memorias de minhas putas trsites GABRIEL GARCIA MARQUEZ ***
  • The Siege - HELEN DUNMORE ***
  • A girl with a pearl earing - TRACY CHAVILER ***
  • A year in Province PETER MYLES ( larguei na metade)
  • The mark of the angel- NANCY HUSTON-
  • A bruxa de portobelo - PAULO COELHO -
  • Under the Tuscany Sun - FRANCES MAYA -
  • Sophie's World - JOSTEIN GAARDER *
  • The umberable lightness of being - KUNDERA- **
  • As aventuras da menina ma MARIO VARGAS LOSA - ****

Followers

Nas entrelinhas

About Me

Lua

CURRENT MOON
p>

FEEDJIT Live Traffic Feed