Tuesday, 18 May 2010

Tua calma

Toco tua alma pura com os dedos da inocencia. Fecho meus olhos e te vejo andando em teu mundo com a leveza de quem acabou de chegar e se encanta sereno e mudo com tudo.

Agora entendo teus silencios. A calma com que segurava o pao no cafe da manha. Teu jeito manso de sentar no jardim para esperar as flores crescerem. Entendo teus sonhos ousados, outros pequenos. Entendo tuas tardes monotonas cheias de silencio e preguica, a nesga de sol perfurando a janela, enquanto preguicoso me deixava alisar teu corpo.

Entendo tua vontade em me ver ir embora. Entendo tua dor de cabeca ao me ver partir. Teu transtorno ao me ver gritar, cega e perdida por ti. Nao, assim desse jeito, tu nao voltarias. Talvez tivesses te aconchegado em meu colo se ao inves de gritar, eu tivesse te sussurrado baixinho, se tivesse entendido o que as tardes de silencio significaram pra mim e pra ti.

O tempo passou agora. Duas primaveras. E na segunda vez que vi as flores se abrirem ao sol, eu entendi o significado da calma. Eu entendi tua clareza.

Ah, mas eu? Sempre tive minhas sedes, minhas loucuras, meus devaneios, os meus anseios! A liberdade que me vinha cheia de cores, sons, aromas, me deixava zonza. Segui correndo atras dos arco-iris, atras de qualquer som que eu ouvia. E quanto mais eu corria, mais cansada e mais machucada eu me via. Nao podia tocar os fogos de artificio nem levar nenhum arco-iris pra casa, e nessa ilusao de cartonista fui tentando pintar meu camarim.

Mas la longe, o palhaco cansado, no esboco um sorriso esmagado. A vida exige calma, a pressa e o avesso de tudo. E eu que fui sempre tao impulsiva, tambem nao soube esperar.

Em minhas andancas eu me expandi e entre o crescimento e a luta, eu encontrei a calma. E mais serena eu prossegui. Nos meus proprios silencios compreendi os teus. Na minha tranquilidade eu entendi a tua. E pude assim compreender teu jeito tao contente, tua falta de sede, tua serena mirada diante a vida.

A historia dos dias foi seguindo seu ritmo e mesmo com todas minhas tentativas eu nunca encontrei o caminho de volta pra casa. Nao guardo magoas; minhas perdas sao minhas e de mais ninguem. Nao guardo remorsos; sempre dei tudo o que eu tinha. O que guardo e o amor. Um amor que a medida que o tempo passa, ele se eleva, e a medida que esse amor se eleva, maior e minha compreensao de que esse amor nao me pertence, apenas flutua livre em minha alma. Como a energia cosmica da transmutacao. Eu te reconheco pelo espelho do tempo e vejo tua essencia se expandindo em luz. Na luz do tempo que eu precisei para enfim te enchergar assim, completo e nu.

Te olho entre as distancias de nos dois, e sorrio com a serenidade de quem descobriu um segredo, era tao simples o que me pedias, e eu em meio ao furacao, eu nao te ouvia. Nao faz mal entao, se agora ja e tarde para te oferecer o que antes eu nao possuia, o que vale e o que um dia dividimos.

E assim eu te solto livre como um balao no ceu. E assim eu me solto, da culpa em nao ter sabido te amar. Ja nao te espero chegar e ja nao me antecipo a travar mapas que me levem de volta a ti. Deixemos livre entao o eco do que fomos. E sempre bom amar assim.

Ana Frantz

5 comments:

Laura Andréa said...

Ana........
Chegeui até aqui pelo blog "Baile no Céu", que você escreve,do jeito que escreve foi presente para os meus olhos no dia de hoje.Parabéns!

Laura Andréa said...

Eu gostria de saber se posso publicar no facebook os seus textos com o enderço do seu blog.Meu email é torresdefreitas_laura@hotmail.com
meu facebook:Laura Andrea Freitas
ou
www.facebook.com/LauraAndreaFreitas
Um grande abraço para você!

Clarissa Cor said...

Anna, te acompanho quietinha já faz um tempo. Seus textos são sempre encantadores e alguns, tão tocantes à minha alma... como este. peço a tua permissão tb, como a colega acima, para publicar este texto específico em meu blog (www.deseleganciadiscreta.com), com teu crédito e endereço do teu espaço que, por sinal, já faz um tempo tb, habita por lá nos caminhos por onde (ando) andei.

beijos grandes e obrigada pela inspiração que flui e contagia.

Clarissa

Ana Frantz said...

Clarissa,
Prazer em te conhecer.
O verdadeiro encanto so pode ser mesmo esse, o da gente se ver espelhado no reflexo do outro. No jeito de sentir, amar, doer, sentir prazer, e de se deixar encantar de novo, ao poder dividir qualquer afeto.
Portas abertas sempre pra ti, querida Clarissa, que chega assim quietinha nesta sexta-feira e me traz no bolso do casaco, um sorriso e um afeto.
Obrigada, tens todo o direito de publicar meu texto sim.
Beijos, com asas, sempre.
Ana

Clarissa Cor said...

Obrigada Ana, pelo afeto e pelos vôos compartilhados ;) sempre bem-vinda lá no meu espaço tb!

beijo grande
Clarissa

Livros que me acompanham em 2009

  • Notes from my travels- Angelina Jolie
  • THE SHAMANIC WAY OF THE HEART - Chamalu- Luis Espinoza
  • Shooting Butterflies - Marika Cobbold
  • The Global Deal - Climate change and the creation of a new era of progress and prosperity- Nicholas Stern
  • The Penelopiad- Margaret Atwood
  • Discover Atlantis - Diana Cooper
  • Tne Gift - How the creative spirit transform the World - Lewis Hyde
  • My East End: A history of Cockney London- Gilda O'Neil
  • Delta of Venus- Anais Ninn
  • The Little Prince- Antoine de Saint Exupéry *** Apr
  • Doidas e Santas- Martha Medeiros (March)
  • The English Patient by Michael Ondaatje
  • Gilead by Marilynne Robinson - Feb
  • Healing With the Faries by Doreen Virtue (Feb)
  • Montanha Russa- Martha Medeiros (Feb)
  • O codigo da Inteligencia - Augusto Curry - Feb
  • O Ensaio sobre a cegueira - Jose Saramago ( Jan Lendo)

Livros que andaram comigo em 2008

  • Meditacao a primeira e ultima Liberdade by OSHO ( Dec)
  • The English Patient by Michael Ondaatje (Dec Lendo)
  • Harry Potter and the Philosopher's Stone - J.K Rowling (Oct Lendo)
  • The PowerBook - Janette Wintersone (Oct- )
  • A vida que ninguem ve- Eliane Brum (Sep - Lendo)
  • The Birthday Party - Panos Karnezis - (Sep )
  • Ensaio sobre a Lucidez -Jose Saramago (Lendo...)JUN
  • Nearer The Moon -Anais Ninn (Lendo..) JUN
  • Superando o carcere da emocao - Augusto Cury(lendo...) JUN
  • Perdas e Ganhos- Lya Luft Jun(Releitura) Jun
  • A Mulher que escreveu a Biblia - Moacyr Scliar(May) ****
  • The Secret By Rhonda Byrne (May)
  • Time Bites -Doriss Lessing March (lendo...)
  • Life of Pi - Yann Martel (March to May )
  • The Kite Runner -Khaled Hossein /March ****
  • Back when we were geown ups / ANNE TYLER (larguei na metade)
  • O Sonho mais doce - DORIS LESSING /Feb ****
  • The Crimson Petal and the White- MICHAEL FABER / Dec-Jan / ***

Livros que me acompanharam em 2007

  • Burning Bright - TRACY CAVILER
  • Fear of flying - ERICA JOUNG (larguei na 50th pagina)
  • I'll take you there - JOYCE CAROL OATES ***
  • Memorias de minhas putas trsites GABRIEL GARCIA MARQUEZ ***
  • The Siege - HELEN DUNMORE ***
  • A girl with a pearl earing - TRACY CHAVILER ***
  • A year in Province PETER MYLES ( larguei na metade)
  • The mark of the angel- NANCY HUSTON-
  • A bruxa de portobelo - PAULO COELHO -
  • Under the Tuscany Sun - FRANCES MAYA -
  • Sophie's World - JOSTEIN GAARDER *
  • The umberable lightness of being - KUNDERA- **
  • As aventuras da menina ma MARIO VARGAS LOSA - ****

Followers

Nas entrelinhas

About Me

Lua

CURRENT MOON
p>

FEEDJIT Live Traffic Feed